Distúrbio de Processamento Auditivo

Distúrbio de Processamento Auditivo

processamento-auditivo

Processamento Auditivo caracteriza-se como conjunto de processos e mecanismos que ocorrem dentro do sistema auditivo. Esse processo é gerado em resposta a um estímulo acústico e são responsáveis pelas habilidades de: localização e lateralização do som, discriminação, resolução, mascaramento, integração ordenação, performance auditiva com sinais acústicos competitivos e com degradação do sinal acústico (ASHA, 1995).

Alterações nessas habilidades levam ao transtorno no processamento auditivo. As principais características são: dificuldade em ouvir em ambientes ruidosos ou com diversos interlocutores, dificuldade em compreender a fala,

tempo curto de atenção, dificuldades na linguagem oral e escrita, déficits na organização e seqüencialização de estímulos auditivos, dificuldade em seguir direções, tempo maior para emissão de respostas, respostas inconsistentes à estímulos auditivos, entre outros. A avaliação audiológica básica desses indivíduos apresenta-se dentro dos padrões de normalidade.
Por meio de avaliação audiológica contendo testes específicos para avaliar a função auditiva central, é possível detectar o transtorno no processamento auditivo. O teste é capaz de determinar as habilidades alteradas, fornecer a localização da disfunção no sistema nervoso central e nortear o processo de reabilitação.